Voiced by Amazon Polly

Saiba o que é razão social e nome fantasia da sua empresa e descubra como trocar o nome do MEI de maneira simples e sem burocracia!

 

Ser um Microempreendedor Individual é uma maneira de formalizar o seu negócio e fugir de boa parte das burocracias que geram dores de cabeça intermináveis em qualquer empresa – além de reduzir os custos tributários mensais. Apesar das vantagens, existem algumas particularidades do MEI que podem gerar alguma confusão no empreendedor.

Uma destas particularidades é a questão da alteração do nome da empresa. Muitos microempreendedores individuais abrem suas empresas, mas não sabem como trocar o nome do MEI em caso de necessidade.

O artigo de hoje é destinado a estes empreendedores que  desejam ou precisam mudar o nome de suas empresas MEI e não sabem por onde começar. Então confira a seguir as principais diferenças entre razão social e nome fantasia e aprenda a trocar o nome do MEI de maneira simples e sem burocracias.

Razão Social e Nome Fantasia

Para entender por que e como alterar o nome da MEI após a abertura da empresa é imprescindível compreender as diferenças entre Razão Social e Nome Fantasia. Explicamos cada um deles a seguir:

A razão social do MEI é composta pelo seu nome completo e CPF e não pode ser alterada, já que é ela que constará em quaisquer documentos oficiais, trâmites burocráticos, solicitações relacionadas ao CNPJ MEI, etc.

Já o nome fantasia é o nome escolhido pelo empresário para o seu negócio – o nome que, na prática, será divulgado e reconhecido pelos seus clientes. No caso do nome fantasia, é direito do MEI realizar alterações sempre que necessário.

Por que mudar o nome fantasia do MEI?

Pode parecer estranho, mas são muitos os motivos que podem fazer um microempreendedor a mudar o nome fantasia do seu MEI. Em geral, as trocas o nome fantasia ocorrem quando já existe outra empresa utilizando o nome escolhido ou em casos nos quais o microempreendedor define um nome mais adequado para o seu negócio – inclusive em situações de reposicionamento de marca no mercado.

Além disso, é perfeitamente possível para um MEI solicitar alteração do nome fantasia do seu negócio em caso de mudanças na atividade principal ou no setor. Assim como o CNAE pode ser alterado, muda-se também, em muitos casos, o nome fantasia da empresa.

Imagine, por exemplo, que você abriu um MEI para prestar um determinado serviço e que, em algum momento, você decidiu transformar seu negócio em um comércio. Neste caso, você precisará não apenas alterar ou acrescentar uma nova atividade CNAE ao seu CNPJ, mas também poderá precisar trocar o nome do MEI para que se adapte ao seu novo negócio.

Independente das alterações, vale ressaltar que a razão social do MEI permanece o mesmo – sempre sem alterações, ok?

Como trocar o nome do MEI?

Agora que você já sabe a diferença do que é razão social e nome fantasia e entende a importância de alterar, sempre que necessário, o nome fantasia da sua empresa, é hora de descobrir como trocar o nome do MEI.

Na prática, fazer a alteração do nome fantasia do MEI é muito simples – e zero burocrático para o microempreendedor individual. Confira a seguir o passo a passo para alterar o nome do seu MEI em casos de necessidade:

Passo 1: Acesse o Portal do MEI (Portal do Empreendedor) e acesse o seu cadastro enquanto microempreendedor indiviual;

Passo 2: Na área logada, clique no ícone “Alterar Dados” e, em seguida, no campo onde consta o nome da empresa, insira o novo nome fantasia do seu negócio;

Passo 3: Realizada esta etapa, é preciso confirmar a alteração e finalizar a sessão no portal e informar o código de confirmação recebido no seu celular.

Espera-se que, após estes três simples passos, o MEI seja capaz de verificar em seu cartão de CNPJ e no próprio Portal do Empreendedor os resultados das alterações realizadas. Bastante simples, não é mesmo?

Vale lembrar que é por meio deste mesmo passo a passo que o microempreendedor individual consegue fazer diversas outras alterações cadastrais, como alterar o endereço da empresa, alterar o telefone, alterar o capital social do negócio, mudar o setor de atuação e suas especialidades (CNAEs), entre outras mudanças.

Atenção ao seu novo nome!

Após realizar as alterações, é importante que o empreendedor mantenha atenção aos seus documentos. O próprio Portal do Empreendedor ressalta que, após a atualização dos dados, o MEI deverá emitir um novo CCMEI – Certificado da Condição do Microempreendedor Individual (MEI). A emissão é feita no próprio portal, a qualquer hora, em qualquer lugar.

Com este novo documento – que certifica que a empresa está aberta, o empreendedor pode dar continuidade a quaisquer alterações e mudanças envolvendo sua própria empresa – agora com novo nome.  Tudo simples e sem burocracia para o microempreendedor individual.

E você, já pensou em trocar o nome do seu MEI ou realizar alterações como aquelas descritas no artigo de hoje? Então deixe seu comentário e compartilhe conosco suas impressões sobre estas mudanças ou eventuais dúvidas que você ainda possa ter em relação à troca de nome do MEI.