Voiced by Amazon Polly

Fazer a gestão de um negócio é uma tarefa que sempre exigiu paciência e muita atenção do empreendedor. Graças ao avanço da tecnologia e o surgimento de novas ferramentas de gestão, no entanto, esta tarefa tem sido cada vez mais facilitada.

Uma das principais ferramentas disponíveis hoje para o gestor cuidar melhor da sua empresa é o centro de custo, que permite um maior controle das finanças do negócio. E é sobre este centro de custo – tão importante para pequenas, médias e grandes empresas – que você vai ler no artigo de hoje.

Acompanhe!

 

O que é centro de custo?

O centro de custo nada mais é que um sistema que permite a separação das finanças do negócio – facilitando a gestão. A partir do centro de custo, é possível controlar as finanças de cada setor organizacional da empresa, de maneira independente – como as finanças operacionais e administrativas, por exemplo, auxiliando em todo processo de gestão da empresa.

Existem dois tipos de centros de custo empresariais: o centro de custo produtivo e o centro de custo não produtivo. O centro de custo produtivo é aquele relacionado a um setor específico que possui impacto direto nas vendas da empresa – sejam elas de produtos ou serviços, como o setor de marketing, setor de atendimento ao cliente (SAC), setor de controle de estoque, entre outros.

Já o centro de custo não produtivo está relacionado a setores que não influenciam diretamente nos lucros da empresa, como os setores administrativos, setor jurídico, setor contábil, entre outros. Realizar esta estruturação do centro de custo de setores pode resultar em diversos benefícios à empresa e causar um impacto positivo direto na gestão financeira.

 

Quais as vantagens do centro de custo?

Uma das principais vantagens do centro de custo é possibilitar, de maneira rápida e otimizada, um levantamento das necessidades orçamentárias de cada setor do negócio, a fim de viabilizar as atividades realizadas por cada um destes setores ou até mesmo identificar possíveis dificuldades – permitindo um maior controle financeiro.

Além disso, ao implementar o centro de custo, o empreendedor consegue identificar o impacto de cada departamento no orçamento total da empresa – permitindo alterações e reestruturações de forma mais objetiva e direta, sempre que necessário. É através desta ferramenta, por exemplo, que o gestor consegue verificar quais setores geram mais faturamento para a empresa, quais departamentos demandam mais verba, entre outras informações.

A partir destas avaliações, permite-se que o gestor controle as finanças empresariais com mais tranquilidade e equilíbrio e tome decisões de maneira mais assertiva, direcionando ou redirecionando as verbas conforme a necessidade e importância de cada setor e verificando a necessidade de possíveis cortes e realocação do orçamento. E isso é fundamental para qualquer empresa que deseja crescer e se manter sólida no mercado, afinal de contas, a falta de controle financeiro empresarial é um dos principais fatores de mortalidade de empresas no Brasil.

 

Como implementar o centro de custo no seu negócio?

A estruturação básica de um centro de custo deve contar com os setores administrativo e operacional. A quantidade de setores costuma variar de acordo com o tamanho da empresa; microempresas, por exemplo, tendem a ter um número mais limitado de setores.

Para estruturar o centro de custo e implementá-lo em sua empresa é necessário identificar todas as áreas que geram receita e despesas para a empresa, categorizando-as nas categorias de centro de custo produtivo e centro de custo não produtivo. A partir desta organização você conseguirá ter uma visão mais clara e precisa das fontes de entrada e saída de dinheiro e organizar melhor as finanças da sua empresa.

 

A importância da tecnologia para estruturação do centro de custo

Para facilitar a estruturação e implementação do centro de custo em uma empresa é imprescindível utilizar os benefícios que a tecnologia nos oferece. Neste caso, é fundamental fazer uso de um bom sistema de controle financeiro e gestão, como o Controlle, que permite o acesso fácil e rápido às informações financeiras da empresa de qualquer lugar, a qualquer hora.

O sistema Controlle permite ao gestor organizar e identificar os centros de custos da empresa, dividindo custos e ganhos por setores e facilitando a gestão financeira de qualquer negócio. Quer saber mais sobre esta ferramenta? Então clique aqui e descubra como gerenciar melhor sua empresa!