Voiced by Amazon Polly

Você já se perguntou porque trabalhar para uma empresa quando você poderia ser o dono de seu próprio negócio? Já imaginou quais seriam suas posturas como proprietário e como isso impactaria em sua vida e traria novas oportunidades?

Então você está no lugar certo, neste post discutiremos pontos importantes de como abrir uma empresa, quais os cuidados necessários antes de iniciar sua operação e alguns hábitos que ajudarão você a gerir melhor o seu negócio.

 

Empreendedorismo no Brasil

Sempre se fala que o brasileiro é um povo naturalmente empreendedor e que temos o famoso tino para negócio, mas o quanto isso representa em números?

Bom, de acordo com o próprio Governo Federal, anualmente os brasileiros abrem 600 mil empresas só em território nacional por ano. Esse número bastante expressivo tem se intensificado principalmente por causa da situação econômica do país, fazendo com que várias pessoas passem a empreender para complementar a renda familiar. Estes são chamados de empreendedores por necessidade. Neste caso, geralmente o negócio surge informalmente e com o passar do tempo, acaba  se formalizando podendo até se tornar a fonte principal de renda da família.

Segundo uma pesquisa realizada pelo SEBRAE, cerca de um terço da população brasileira, tem ou já teve participação em algum empreendimento, e segundo a pesquisa este dado tende a aumentar com a melhora da situação econômica do país. Por isso, é de fundamental importância estar preparado para fazer as coisas com os pés no chão e colher bons resultados do seu negócio.

 

Os primeiros passos antes da abrir um negócio

Antes de abrir o negócio em si, é importante conhecer o mercado que sua empresa estará inserida. Comece com uma pesquisa detalhada com relação aos clientes que irá atender, avaliando principalmente os hábitos de consumo.

É importante que você saiba o quanto de custo terá para manter sua empresa funcionando e por quanto tempo conseguirá trabalhar sem lucro. A maioria das empresas só começa a apresentar lucro depois do sexto mês de operação, podendo variar de acordo com setor e o mercado que atua.

Estes custos precisam estar detalhados, com isso você poderá definir quantos clientes precisa atender diariamente, semanalmente e mensalmente para manter sua empresa funcionando.

Paralelo a isso, você deverá definir onde fisicamente sua empresa estará situada. Ela precisa de um ponto de venda fixo ou você poderá atender seus clientes pela internet? Caso suas vendas sejam só pela internet por exemplo, você provavelmente terá que investir um pouco mais na criação e manutenção do site.

Sempre atualize seus custos de operação, isso facilitará sua visão do negócio como um todo e vai ajudar você a definir metas de curto e longo prazo.

 

Imagine como será a operação de sua empresa

Quando der início aos preparativos para abrir sua empresa, imagine como será o cotidiano da mesma, prevendo assim problemas que podem aparecer com relação a entregas, prazos e atendimento ao cliente.

Vamos supor que você originalmente pensou em montar um Delivery de comidas funcionais, esta é sua ideia básica e ela é o centro de sua empresa. Mas existem diversas perguntas que surgem, como por exemplo: como você fará a entrega dos alimentos? Sua empresa venderá bebidas? Como você pretende armazenar os alimentos prontos até o momento da entrega? A pessoa fará encomendas por pratos ou será um pacote semanal? Como será feita a cobrança dos produtos entregues?

O empreendedor precisa planejar e conhecer bem cada passo de sua operação antes mesmo de começar a vender, evitando surpresas já nas primeiras semanas de abertura da empresa.

 

 As diferenças entre ser um funcionário e ter o seu negócio

Existe uma crença popular que os donos de empresa são pessoas ricas e que geralmente não precisam trabalhar. Isto até pode ser verdade em alguns casos, mas a pessoa que pretende abrir uma nova empresa geralmente precisa exercer diversas funções simultaneamente, principalmente durante o período de abertura e início das atividades.

É importante ter em mente que todas as ações relacionadas à sua empresa devem ser tomadas por você, sendo assim você precisará atender os clientes, marcar horários na agenda, manter o ambiente limpo e organizado, cuidar da saúde financeira da empresa, se manter atualizado com relação a novas demandas do mercado, procurar novos mercados de atuação, etc.

Claro que vendo superficialmente você pode até se assustar com a variedade de tarefas, mas com uma boa organização e planejamento será possível exercer todas estas funções e ainda vai sobrar um tempo livre para você conhecer novas oportunidades e ampliar seus negócios.

 

Características de um bom empreendedor

Você já viu alguns dos cuidados básicos que o empreendedor deve ter antes de abrir seu negócio, agora falaremos sobre as características que um bom empreendedor deve possuir para garantir o bom funcionamento de sua empresa.

O bom empreendedor tem que conhecer todos os aspectos de seu negócio. Mesmo aqueles que não serão sua responsabilidade, você precisa saber como funcionam. Existem áreas que demandam um pouco mais de conhecimento, e são exatamente essas que você precisa focar primeiro, como o financeiro por exemplo, que demanda muito tempo e alguns conhecimentos específicos na área.

Além disso é importante que você saiba gerir seu tempo. Será comum que em alguns momentos você tenha uma queda em sua produção, mas use esse tempo para aprofundar seus conhecimentos em outras áreas e buscar novas oportunidades. Muitas das empresas de prestadores de serviço estão situadas na própria casa do empreendedor, o que pode acarretar uma dificuldade de separação do período de trabalho e lazer. É importante que você defina quantas horas irá trabalhar por dia, e tente se manter fiel a esta programação, evitando assim um desgaste maior do que o necessário.

Conheça seus concorrentes, e se possível mantenha uma relação formal com eles. Com o passar do tempo você irá perceber que apesar de dividirem o mesmo mercado, os concorrentes costumam passar por situações similares, e podem contribuir com suas experiencias.

Sendo um microempreendedor, você será basicamente a “cara” da sua empresa, então lembre-se sempre de atender bem seus clientes e fique atento com relação aos prazos e datas para que você tenha uma sólida e fiel carteira de clientes.

Com seu planejamento já bem construído, é hora de formalizar seu negócio e conhecer as vantagens de se tornar um MEI.

 

Vantagens de formalizar o seu negócio

Existem diversas vantagens com relação a formalização de seu negócio, entre elas e talvez a principal é a saída da informalidade, o que abre muitas novas opções para você e sua empresa.

Você poderá emitir notas fiscais, o que facilita na hora de cobrar de seus clientes, já que através da Nota Fiscal será possível a emissão de boletos e comprovação de que sua empresa forneceu o serviço ou vendeu o produto e deve ser paga por isso. Outra vantagem é com relação à maquina de cartão, com sua empresa já regularizada será possível fazer uma pesquisa de preço com relação as taxas de cartão de crédito e optar pela máquina que seja mais viável para seu negócio.

Além disso, alguns bancos trabalham com linhas especiais de crédito para Microempresa. Estas linhas só estão disponíveis para os contribuintes que estiverem pagando os impostos em dia, mas são uma boa opção caso sua empresa precise de um capital de investimento inicial. Antes de fazer estes empréstimos, procure diferentes instituições bancárias para garantir que os juros que você irá pagar são realmente os menores.

Em termos de impostos, manter uma MEI é barato, devido a baixa carga tributária. Portanto vale a pena sair da informalidade e investir no crescimento de sua empresa.

 

Hábitos saudáveis para um empreendedor

Para abrir a sua empresa é necessário que você esteja atento também a hábitos importantes que vão lhe ajudar a maximizar sua eficiência e minimizar seu esforço. Segue algumas dicas!

Tenha uma agenda – Não importa se você prefere utilizar uma agenda de papel ou a lotar a agenda do celular com notificações, é extremamente importante que você marque todos os compromissos que terá durante o dia, mês e até ano. É normal que enquanto você esteja atendendo um cliente o tempo acabe passando rapidamente, o que no caso de um empreendedor pode significar perder um prazo importante, por exemplo. Portanto mantenha seus compromissos sempre organizados e atualizados.

Acompanhe as notícias – Você ama seu novo negócio e ele é realmente muito importante para você, mas não esqueça de se manter atualizado. Alguns acontecimentos podem impactar sua empresa e outros podem apenas servir de assunto para ganhar a empatia de um futuro cliente. Seja como for, separe um tempo no seu dia para acompanhar as notícias mais relevantes.

Mantenha seu negócio atualizado – O empreendedor precisa sempre ver seu negócio de uma forma crítica, mantendo as políticas da empresa, preços de produto e prazo de entrega de serviço atualizados. Para isso é importante criar o hábito de verificar os concorrentes e outros sites com informação sobre seu mercado para que nenhum aspecto de sua empresa fique defasado. Caso você tenha dificuldade de lembrar, utilize a dica anterior e coloque um alarme na agenda!

Estas foram apenas algumas dicas que podem ajudar você tomar a decisão certa com relação ao início de um negócio próprio. Aqui, você vai encontrar muito conteúdo que fará sentido na sua jornada rumo ao empreendedorismo. Continue nos acompanhando!