Voiced by Amazon Polly

Ser MEI (Microempreendedor Individual) proporciona benefícios, como ter acesso aos serviços do INSS, emitir nota fiscal e poder criar uma conta bancária com o CNPJ e, assim, conseguir descontos em empréstimos. Porém, quando o assunto é sobre meios de pagamento, é normal ficar um pouco na dúvida sobre qual utilizar ou quais as opções do mercado.

Sendo assim, listamos 4 meios de pagamento para MEI. Confira!

1. Máquinas de cartão do PagSeguro

O PagSeguro é uma plataforma de pagamento completa que atende tanto o MEI que tem um negócio físico quanto quem vende de forma virtual. Na venda física ele disponibiliza máquinas de cartão de crédito e débito de diferentes modelos. Há aparelhos mais simples, que necessitam do smartphone para funcionarem, até os mais completos, como a Moderninha Smart que permite baixar aplicativos de gestão para o seu negócio.

Sendo assim, o MEI pode escolher aquela que melhor atende às necessidades do seu empreendimento. Para isso, é preciso comprar a máquina e pagar uma taxa a cada venda. Sobre a taxa, ela varia de 2,39% a 5,59%, dependendo do tipo de pagamento.

Uma dica é que, se o seu negócio é pequeno, é melhor optar pelas máquinas que são mais simples e, consequentemente, mais em conta, como a Minizinha e a Minizinha Chip. Porém, se você já vende bastante e precisa de algo mais completo, que emita o comprovante de vendas, escolha a Moderninha Pro ou a Moderninha Smart.

2. PayPal

Para os MEIs que vendem ou prestam serviços de forma online, não podem contar com uma máquina de cartão. Nesse caso, é necessário ter uma plataforma ou sistema que também seja online. O PayPal é uma plataforma de pagamentos ideal para esse caso.

Sendo assim, você pode utilizá-lo tanto para receber pelos seus serviços ao enviar uma solicitação de pagamento, como cadastrá-lo em sua loja online para que seus clientes possam pagar utilizando o cartão. Assim, como o PagSeguro, o PayPal também cobra taxa por transação. A taxa varia de 3,60% a 6,4%.

3. Code Money

Digamos que o MEI tenha uma loja física, mas quer oferecer outra forma de pagamento além do cartão de crédito e débito. Nesse caso, uma solução seria a carteira digital, como o Code Money.

Dessa forma, o cliente pode pagar por sua compra utilizando apenas um smartphone com o aplicativo instalado. Isso agiliza a hora do pagamento e deixa tudo mais seguro.

O Code Money utiliza a tecnologia QR Code para processar os dados. Assim, é necessário que o cliente gere um QR Code pelo app. Após isso, o vendedor pode digitar o valor da compra, ler o código com seu smartphone e finalizar a transação.

Em relação às taxas, o Code Money cobra apenas uma taxa de 2,99% pelas vendas no crédito à vista, com dinheiro disponível em 30 dias.

4. SmartMEI

O SmartMEI é um sistema completo para o MEI. Com ele é possível criar uma conta digital sem a burocracia que os bancos físicos exigem, emitir boletos, gerir os lucros e estar em dia com o governo.

Em relação aos pagamentos, você pode utilizar o sistema para emitir um boleto para seu cliente, receber depósito e até oferecer pagamento via máquina de cartão, basta só pedir a sua maquininha. Como se pode ver, esse é um sistema bem completo.

Para quem for aderir ao SmartMEI, saiba que é preciso escolher entre dois planos: o Básico e o Profissional. O primeiro possibilita a cobrança por boleto e transferência. Já o segundo, dispõe de todas as funcionalidades do sistema.

A partir dessas opções de meios de pagamento é mais fácil escolher uma que atenda às necessidades de cada MEI. Sendo assim, é só analisar e depois começar a utilizar. Aliás, tanto para negócios online como físicos é bom escolher mais de uma forma de pagamento, como, por exemplo, cartão e boleto bancário ou cartão e carteira digital.